Mulher é internada após ser agredida com um golpe de pá na cabeça, em João Pessoa


Homem usava tornozeleira eletrônica e foi preso em flagrante. Mulher internada tinha mandado de prisão aberto contra ela e está sob custódia no Trauma. Mulher está internada sob custódia no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa Reprodução/TV Cabo Branco Um caso de violência doméstica foi registrado na madrugada desta terça-feira (7), em João Pessoa, no bairro Gervásio Maia. Uma mulher foi violentamente agredida pelo marido, com um golpe de pá na cabeça, e o homem possuía um corte no braço que ele alega ter sido provocado pela esposa. No fim, ambos foram internados e presos. Isso porque o homem usava tornozeleira eletrônica e ainda cumpria pena e a mulher tinha um mandado de prisão aberto contra ela em Pernambuco. A Polícia Militar da Paraíba informou que um chamado foi registrado no Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) por volta das quatro horas da manhã. Quando a viatura chegou ao local informado, na rua Homem de Barro, a vítima, identificada como Rafaela Ferrera da Silva, de 32 anos, estava inconsciente, caída em via pública, perdendo muito sangue. Foram os vizinhos que informaram que ela tinha sido agredida pelo marido. O cabo Vinícius, que estava na ocorrência, explicou que neste momento o agressor, identificado como Adriano dos Santos, de 40 anos, tentou fugir, pulando alguns muros e tentando escapar por entre as casas próximas. O policial informou também que durante a fuga ele rompeu a tornozeleira eletrônica, para não ter sua localização monitorada, mas que a PM conseguiu realizar um cerco e prendê-lo. O homem passou pelo Complexo Hospitalar Tarcísio Burity, mais conhecido como Trauminha de Mangabeira, e depois levado para a Delegacia de Homicídios da Polícia Civil, onde foi preso em flagrante. Ao prestar depoimento, ele disse, segundo a polícia, que passou a noite bebendo em companhia da esposa, quando houve um desentendimento entre ambos. Houve agressões mútuas, ele foi atingido no braço com um objeto cortante e depois reagiu usando a pá. Já a mulher foi levada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ela passou por procedimentos médicos para estancar o sangramento e segue internada. Mas, por causa do mandado de prisão aberto contra ela, está sob custódia, já é considerada presa e deve ser transferida para Pernambuco após receber alta. Vídeos mais assistidos da Paraíba
g1 > Paraíba

g1 > Paraíba