Operação em Campina Grande prende em três dias nove homens suspeitos de violência doméstica


Três das prisões aconteceram nesta quarta-feira (23) e outras ainda devem acontecer ao longo da semana. Operação faz parte de mobilização nacional de combate à violência contra a mulher. Polícia Civil da Paraíba realiza prisões em Campina Grande TV Paraíba/Reprodução Nove mandados de prisão contra homens suspeitos de violência doméstica já foram cumpridos nesta semana em municípios cobertos pela 2ª Superintendência Regional de Polícia Civil da Paraíba (SRPC), com sede em Campina Grande. A ação acontece em meio à Operação Shamar, que faz parte de uma mobilização nacional coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e que acontece simultaneamente em todos os estados brasileiros com o objetivo de dar mais visibilidade ao combate à violência contra a mulher. Três dessas prisões aconteceram em diferentes bairros de Campina Grande no início da manhã desta quarta-feira (23). As outras prisões, registradas entre a segunda-feira (21) e a terça-feira (22), foram em Campina Grande (4), em Soledade (1) e em Congo (1). Uma décima prisão seria realizada nesta manhã, mas o alvo não foi localizado. A operação nacional marca o Agosto Lilás, que tem como objetivo alertar para o problema da violência contra a mulher e coibir os crimes que tenham elas como alvo. Por esse motivo, as ações tiveram o apoio de policiais da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). As equipes nesta quarta-feira (23) percorreram os bairros campinenses de Santa Rosa, Liberdade, Alto Branco e Aluízio Campos à procura dos alvos. Mas as ações prosseguem. “Outras prisões podem ser realizadas nos próximos dias”, disse o delegado Cristiano Santana, superintendente responsável pela 2ª SRPC. Também pela Operação Shamar, mas fora da área de cobertura da 2ª SRPC, foi preso em flagrante no início da semana um homem que foi até a casa da ex-companheira com o objetivo de agredi-la. Vídeos mais assistidos da Paraíba
g1 > Paraíba

g1 > Paraíba