Universitária residente na Paraíba é dopada em festa em Fortaleza e estuprada: ‘Acordei com outros homens no mesmo quarto’

Uma universitária de 24 anos relatou ter sido vítima de estupro na saída de uma festa em Fortaleza. Exames da estudante de medicina de João Pessoa, na Paraíba, revelaram que ela recebeu uma substância conhecida como “boa noite cinderela”, que induz a pessoa à perda de consciência. Em nota, a Polícia Civil do Ceará disse que a Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza investiga o caso, que aconteceu no dia 23 de julho.

“A vítima voltou para seu estado de origem logo após o ocorrido, onde também registrou boletim de ocorrência. A PC-CE realiza diligências com a finalidade de elucidar o fato”, disse o órgão, em nota.

 

A garota afirmou que, durante uma festa, se afastou do copo com água de coco para fazer fotos. Quando voltou e ingeriu a bebida, se sentiu desorientada e se despediu de amigos para voltar para casa. Um homem desconhecido se ofereceu para deixá-la de táxi. Ela passou o endereço ao taxista, mas foi levada a outro local, que ela não se lembra e onde sofreu o estupro.

Ao acordar, ela estava em um quarto com o desconhecido e outros três homens. A jovem tinha marcas de cortes pelo corpo. Em denúncia à polícia, ela disse não se lembrar se todos eles cometeram o estupro.

 

 

Na denúncia, ela descreve o homem que a abordou na festa como “um rapaz de estatura mediana, cabelos pretos, barba baixa”.

“Ele entrou no carro comigo. Lembro-me ainda dele falar o seu endereço ao taxista. Eu, já fraca e desorientada, dizia o meu endereço. Estou sem chão, parece que meus sonhos desapareceram. Hoje meu sentimento é de um oco, como se levassem o que eu tinha de alma”, relata.

Lembro que a única palavra que falava era ‘não’. Não lembro onde estava, nem dele, nem de sua fisionomia. Acordei no outro dia com outros homens dormindo no mesmo quarto

Ferimentos no corpo

 

“Mesmo com segundos repentinos e aleatórios de consciência, eu lembro que lutei. Meus dedos das mãos e pés estavam lacerados, alguns gravemente, fora partes do corpo com cortes tão profundos que davam para ver uma grande artéria”, lembra.

A vítima registrou boletim de ocorrência em João Pessoa, onde reside.

Investigação

 

Em nota, a Polícia Civil do Ceará afirma que a Delegacia de Defesa da Mulher é responsável pela investigação do crime, ocorrido em 23 de julho e diz que realiza buscas “com a finalidade de elucidar o fato”.

Ainda conforme a Polícia Civil do Ceará mantém contato com policiais da Paraíba, estado de origem da vítima e onde também foi registrado um boletim de ocorrência.

Universitária residente na Paraíba é dopada em festa em Fortaleza e estuprada: ‘Acordei com outros homens no mesmo quarto’ apareceu primeiro em WSCOM.

Wallyson

Wallyson