Confira o que cada candidato ao Governo da Paraíba falou no primeiro dia de guia eleitoral


Dos oito candidatos ao Governo, cinco têm direito a tempo no guia de rádio e de TV. Adjany Simplício (PSOL), Adriano Trajano (PCO), Antônio Nascimento (PSTU), João Azevêdo (PSB), Major Fábio (PRTB), Nilvan Ferreira (PL), Pedro Cunha Lima (PSDB), e Veneziano Vital do Rêgo (MDB), candidatos ao Governo da Paraíba em 2022 Arte/g1 Foi exibido nesta sexta-feira (26) o primeiro guia eleitoral com os candidatos para o Governo da Paraíba. Dos oito candidatos, cinco participaram do guia e começaram a falar sobre suas histórias e sobre seus projetos para a Paraíba. Participam do guia eleitoral de rádio e de TV os candidatos João Azevêdo (PSB), Veneziano Vital (MDB), Pedro Cunha Lima (PSDB), Adjany Simplício (Psol) e Nilvan Ferreira (PL). Adriano Trajano (PCO), Antônio Nascimento (PSTU) e Major Fábio (PRTB) não participam do guia eleitoral porque são de partidos que não atingiram a cláusula de barreira com a votação recebida para a Câmara dos Deputados em 2018. Confira a estratégia de cada candidato ao Governo da Paraíba no primeiro guia eleitoral, por onde de aparição. João Azevêdo (PSB) Candidato à reeleição, João Azevêdo destacou em seu guia que, em 2018, as pessoas votaram nele como sendo uma “possibilidade”, mas que agora já podem avaliar o que foi feito. O guia classificou a Paraíba como o estado que teve “um dos melhores desempenhos na pandemia” e questionou o que mais poderia ter sido feito se não fosse o problema de saúde pública. “Nós avançamos, mas eu sei que podemos fazer muito mais”, disse o candidato. Ele prometeu ainda cuidar das pessoas e disse que o político que não muda a vida das pessoas não terá atingido o seu objetivo. Por fim, usou a imagem de Alckmin, candidato a vice de Lula, que pediu voto para João e Lula. Veneziano Vital (MDB) O senador Veneziano Vital usou muito a imagem de Lula ao longo de seu primeiro guia e fez uma retrospectiva de sua vida política, incluindo ações e imagens do que ele fez à época em que foi prefeito de Campina Grande. Falou também sobre o que ele chamou de duas emergências para a Paraíba, que seriam o emprego e o combate à fome. “Quem tem fome tem pressa”, declarou, se referindo em seguida à “fome de trabalho” e à “fome de comida”. Ele disse ainda que vai trabalhar pelos mais necessitados, aquelas pessoas que nunca são olhadas e nunca são lembradas pelo poder público. Por fim, em mais uma participação de Lula, tem um discurso do candidato a presidente falando do emedebista. Pedro Cunha Lima (PSDB) O deputado federal Pedro Cunha Lima se apresentou como advogado e professor e disse que sua prioridade é com as pessoas mais pobres, que não têm tantas condições econômicas. No primeiro guia, ele fez uma visita à casa pobre e precária de um menino de oito anos de idade e travou um papo com essa criança. Ao longo da conversa, ele afirma o “compromisso com a educação” e em “ajudar a quem mais precisa”. Pediu um voto de confiança e disse que representa a “esperança na mudança”. Pedro comentou ainda que se propõe a trabalhar por uma Paraíba do futuro e firmou um compromisso dizendo que enquanto o menino estudava, ele trabalhava prlo estado. Adjany Simplício (Psol) Com um tempo muito menor do que os demais, a professora Adjany Simplício usou o seu guia eleitoral para apresentar um perfil sobre si e para dizer que vai trabalhar em defesa da educação pública de qualidade, pela proteção das mulheres e pela comunidade LGBTQIA+. A candidata do Psol confirmou ainda que o seu partido apoia o nome de Lula (PT) na disputa para a Presidência da República. Nilvan Ferreira (PL) O candidato Nilvan Ferreira se apresentou como o candidato do presidente Jair Bolsonaro (PL) na Paraíba e disse que tinha chegado a hora de mudar o estado. Destacou que vai “trabalhar pelos mais necessitados” e reafirmou que “é tempo de mudar”. O candidato contou um pouco de sua história, destacou que é natural de Cajazeiras, no Sertão paraibano, e lembrou de sua origem humilde. Nilvan destacou que conhece o sofrimento e o sucesso e ponderou que como governador vai “fazer a diferença” justamente para minimizar o sofrimento dos mais pobres. Vídeos mais assistidos da Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado