Mais de 30 pessoas são vítimas de arrastão em escola de João Pessoa


Homem entrou à pé no CPDAC, em Valentina, e rendeu estudantes, professores e funcionários. Mais de 30 pessoas são alvo de arrastão em escola de João Pessoa Pelo menos 30 pessoas, entre estudantes, professores e funcionários, foram vítimas de um arrastão no Centro Profissionalizante Deputado Antônio Cabral (CPDAC), no bairro do Valentina Figueiredo, em João Pessoa, na quarta-feira (24). Um homem armado entrou à pé na escola após o fim do turno da tarde e fugiu levando celulares das vítimas. Imagens da câmera de segurança da escola mostram quando o homem entra, de boné e com um capacete na mão, por volta das 17h55. As vítimas contaram que já haviam saído das salas de aula e estavam conversando no pátio quando foram abordadas. Funcionárias da escola, que foram até à Central de Polícia Civil prestar depoimentos junto com os alunos, explicaram que após entrar, o suspeito colocou o capacete e abordou as pessoas com a arma, anunciando o assalto e pedindo os celulares. Homem entrou à pé e assaltou estudantes, alunos e funcionários do CPDAC, no Valentina, em João Pessoa Reprodução/TV Cabo Branco Para os alunos, a sensação de insegurança que ficou após o assalto é grande. “Não é nem pelo celular, pelo roubo, é pelo trauma que fica. A insegurança de ir para escola e acontecer de novo, de pensar ‘e se eu levasse um tiro, se acontecesse alguma coisa?’. É mais um medo. O celular a gente pode conseguir outro, o trauma não passa”, disse uma estudante que não quis se identificar. O g1 tentou entrar em contato com a Secretaria de Estado da Educação no início da manhã desta quinta-feira (25), mas nenhuma resposta foi informada até às 7h10. Uma funcionária da escola contou à equipe de reportagem da TV Cabo Branco, que esteve no local no início da manhã, que as aulas aconteceriam normalmente nesta quinta-feira. Vídeos mais assistidos da Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado