Polícia Civil da Paraíba cumpre 13 mandados de prisão de suspeitos de assaltos a bancos


Entre os três novos presos, um deles é o vigilante da agência do Banco do Brasil localizada nas proximidades do Parque da Criança, de Campina Grande. Vigilante é preso acusado de envolvimento com quadrilha de assaltantes de bancos Polícia Civil da Paraíba/Assessoria A Polícia Civil da Paraíba cumpriu nesta terça-feira (23) um total de 13 mandados de prisão e dois de busca e apreensão numa operação policial contra uma quadrilha suspeita de assalto a banco de agências do Banco do Brasil em Campina Grande e em João Pessoa. Dez dos mandados de prisão, no entanto, foram contra pessoas que já estavam presas. Ainda assim, outras três pessoas foram efetivamente detidas. A operação teve a participação de policiais da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco) e da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande. Entre os três novos presos, um deles é o vigilante da agência do Banco do Brasil localizada nas proximidades do Parque da Criança, de Campina Grande. Ele foi detido em seu local de trabalho. Segundo o delegado Diego Beltrão, responsável pelas investigações, o vigilante foi a pessoa quem passou as informações sobre rotina do banco aos assaltantes. Foram presos ainda mais um homem em Campina Grande e outro em João Pessoa. Beltrão comentou ainda que nos últimos dias, em outras diligências, foram apreendidos armamentos, explosivos e munições. “É uma organização criminosa bem ramificada, composta por muitos assaltantes”, disse o delegado. A Polícia Civil continua investigando a organização, com indícios de que o grupo pode estar envolvido em ataques a instituições financeiras fora do estado. Vídeos mais assistidos da Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado