Preso por furto ao apartamento de Carlinhos Maia é solto por determinação da Justiça


Wellington Medeiros da Silva Moraes é o segundo suspeito que consegue liberdade desde o início das investigações. Um terceiro suspeito continua preso em Maceió. Wellington Medeiros da Silva Moraes foi segundo suspeito a conseguir liberdade após ser preso em junho durante investigação policial do furto ao apartamento de Carlinhos Maia Polícia Civil A Justiça concedeu relaxamento de prisão a Wellington Medeiros da Silva Moraes, que estava preso desde 7 de junho suspeito de ter participado do furto ao apartamento dos influenciadores Carlinhos Maia e Lucas Guimarães em Cruz das Almas, Maceió. A informação foi confirmada ao g1 nesta quarta-feira (17) pela assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de Alagoas. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Não há informações se Moraes continua sendo investigado ou se já foi inocentado. O g1 tenta contato com o advogado de dele, Evanildo Nogueira, mas as ligações não foram atendidas nem as mensagens foram respondidas. Moraes foi solto na última segunda (15), dois dias depois de a Polícia Civil recuperar em Campina Grande (PB) os diamantes e o relógio furtados do apartamento de Carlinhos Maia no mês de maio. Carlinhos Maia Reprodução Além de Moraes, outros dois homens foram presos ao longo das investigações. Emerson de Holanda Lira conseguiu o direito de responder ao processo em liberdade dias depois da prisão. Eliabio Custódio Nepomuceno é o único que continua preso no Complexo Prisional de Maceió. O advogado que defende Nepomuceno, Thiago Araújo, informou no último sábado (13) que seu cliente colaborou com a polícia de Alagoas, embora não tenha explicado como se deu essa colaboração. Além do pedido de relaxamento da prisão de Moraes, julgado pela 17ª Vara Criminal de Maceió, há um pedido de Habeas Corpus impetrado pela sua defesa junto ao TJ-AL, marcado para ocorrer nesta quarta na sessão da Câmara Criminal do Tribunal, mas com a sua soltura, o julgamento é desconsiderado. Polícia de Alagoas recupera joias furtadas de apartamento de Carlinhos Maia O delegado Lucimério Campos, que preside o inquérito policial que investiga o crime, informou que um dos presos confessou a participação no furto após a polícia identificar que o mesmo carro que aparece em imagens de crimes em outros estados foi flagrado por câmeras de segurança no dia do furto ao apartamento dos influenciadores. O carro estava com Nepomuceno quando os suspeitos foram presos. Exames de DNA apontaram que material genético dele foi encontrado no veículo. Ainda segundo o delegado, a investigação descartou a participação de qualquer integrante da equipe do influenciador Carlinhos Maia no crime. Eliabio Custódio Nepomuceno continua preso suspeito do furto ao apartamento de Carlinhos Maia Polícia Civil Assista aos vídeos mais recentes do g1 AL Confira mais notícias da região em g1 AL
Habilitar notificações    OK Não Obrigado