PMs da PB suspeitos de ingerir bebida alcoólica e causar acidente com viatura vão responder em liberdade


Caso aconteceu no domingo (31), na cidade de Rio Tinto, e confusão foi registrada por moradores do local. Vídeo mostra momento em que PMs presos batem viatura em carros estacionados Três policiais militares da Paraíba que foram presos por suspeita de ingerir bebida alcoólica, causar acidente com viatura e brigar com moradores em Rio Tinto, na Paraíba, foram soltos após audiência de custódia nesta terça-feira (2), segundo a Polícia Militar. O caso aconteceu no domingo (31). De acordo com o tenente-coronel Sinval Silva, do 4º Batalhão, os três suspeitos receberam o alvará de soltura do juiz na audiência de custódia e a partir de agora vão responder o processo em liberdade. Os crimes militares pelos quais os três policiais estão sendo investigados são os de embriaguez no serviço e agressão corporal leve. Um dos PMs também responde por embriaguez ao volante, pois era quem estava dirigindo a viatura quando se envolveu em acidente. Vídeo mostra momento em que viatura conduzida por policial com suspeita de embriaguez bate em corredor de carros, em Rio Tinto, na PB Reprodução/Câmeras de segurança Em um vídeo, obtido pela TV Cabo Branco, é possível observar que após a viatura bater em alguns carros, ela parou. Então um policial que estava dentro da viatura desce para ver os danos que foram causados nos veículos. Segundo depois, o agente que estava conduzindo a viatura também desceu cambaleando para ver os danos da batida. Após a movimentação que a batida causou, várias pessoas se aproximaram do local para ver o que estava acontecendo. O policial condutor da viatura que estava cambaleando chegou a se apoiar em um dos moradores. Após a batida, um policial tentou agredir um morador. Imagens feitas pelas pessoas da cidade que estava no local mostraram parte da confusão. Nos vídeos, é possível ver o momento em que um dos policiais tenta agredir um morador. Em entrevista à TV Cabo Branco, o morador agredido informou que estava passando no local após a batida. As agressões começaram quando o sargento percebeu que ele estava se aproximando. A Corregedoria da Polícia Militar acompanha o caso. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado