Promessas dos políticos: a 6 meses do fim do mandato, João Azevêdo cumpriu 34% das promessas de campanha


Levantamento do g1 considera 83 promessas assumidas pelo governador durante a campanha eleitoral de 2018. Os dados mostram, ainda, que 15% das promessas foram cumpridas parcialmente e 51% ainda não foram cumpridas. João Azevêdo (PSB) na sabatina da CBN Paraíba com pré-candidatos ao governo da Paraíba nas Eleições 2022 Felipe Lima/TV Cabo Branco Em três anos e meio de mandato, o governador da Paraíba João Azevêdo (PSB) cumpriu pouco mais de uma a cada três promessas feitas durante a campanha eleitoral de 2018. Levantamento exclusivo feito pelo g1 mostra que 28 de 83 compromissos assumidos pelo então candidato, eleito para um mandato de quatro anos, foram integralmente cumpridos. Isso corresponde a 34% do total. A relação completa das promessas e os seus andamentos está na página especial "As promessas dos políticos" (consulte aqui). Para selecionar as promessas em 2018, o g1 considerou o que pode ser claramente cobrado e medido. Trata-se de um acompanhamento ao longo da gestão. A avaliação final será feita ao término do mandato. Os dados mostram, ainda, que 15% das promessas foram cumpridas parcialmente durante três anos e meio de gestão – o que significa que ainda há pendências para que o trabalho seja considerado entregue. Já as promessas que ainda não foram cumpridas pelo governo João Azevêdo são 51%. Algumas promessas que constam em nosso acompanhamento de 3 anos e meio de mandato como “não cumpriu ainda” ou “em parte”, como é o caso de “instituir o sistema estadual de cultura”, “criar o PCCR da Polícia Civil” e “entregar duas novas AISPs”, foram cumpridas pelo governador no mês de julho, mas não constam no balanço uma vez que foram realizadas após o período analisado, sendo computadas apenas para as promessas do fim do mandato. O monitoramento das promessas dos políticos é feito pelo g1 periodicamente desde 2015. O levantamento é feito por mais de 50 jornalistas de todo o Brasil, que seguem uma metodologia própria para separar e avaliar tudo que pode ser claramente cobrado e medido ao longo do mandato. Em números absolutos, o resultado da avaliação das promessas de João Azevêdo é: Total de promessas: 83 Cumpridas: 28 Cumpridas em parte: 13 Não cumpridas ainda: 42 Divisão por tema Em termos percentuais, nenhuma das promessas feitas nas áreas de esporte, habitação, mobilidade urbana e turismo foram cumpridas. Metade das promessas feitas nas áreas de administração e segurança pública foram cumpridas. Também destacam-se as áreas de saúde e direitos humanos e sociais, com 44% de cumprimento das promessas. Nenhuma das áreas teve mais da metade das promessas cumpridas. Metodologia O g1 acompanha durante os quatro anos de mandato os cumprimentos das promessas de campanha dos políticos. Quais são os critérios para medir as promessas? Não cumpriu ainda: quando o que foi prometido não foi realizado e não está valendo/em funcionamento Em parte: quando a promessa foi cumprida parcialmente, com pendências Cumpriu: quando a promessa foi totalmente cumprida, sem pendências Ou seja, se a promessa é inaugurar uma obra, o status é "cumpriu" apenas se a obra já tiver sido inaugurada; caso contrário, é "não cumpriu". Se a promessa é construir 10 hospitais e 5 já foram inaugurados, o status é "em parte". Se a promessa é inaugurar 10 km de uma rodovia e 5 km já foram entregues à população, o status é "em parte". Observação: há casos em que não é possível avaliar o andamento da promessa, e o status é dado como "não avaliado". Vídeos mais assistidos da Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado