5G: entenda o que muda com a chegada do sinal em João Pessoa nesta sexta-feira (29)


Capital paraibana será a primeira em todo o Nordeste a receber a nova tecnologia. 5G: tecnologia deve chegar em João Pessoa nesta sexta-feira (29) Reprodução/EPTV A quinta geração de internet móvel, o 5G, será ativada nesta sexta-feira (29) em João Pessoa. A capital paraibana será a primeira cidade em todo o Nordeste a operacionalizar a tecnologia. O 5G vai funcionar apenas em celulares mais recentes. Ao todo, segundo a Anatel, 67 celulares que suportam a tecnologia foram homologados como aptos pela agência para receber o sinal de internet. LEIA TAMBÉM: Belo Horizonte e Porto Alegre também recebem o 5G nesta sexta Mais de 500 mil domicílios vão ter que trocar parabólica na PB A expectativa é de que o novo serviço seja oferecido sem custos adicionais aos planos dos consumidores junto às suas operadoras. Claro, TIM e Vivo são as empresas que ganharam o leilão pela frequência 3.5 GHz no Brasil, por onde o sinal do 5G vai ser transmitido. Inicialmente, a Anatel havia previsto a chegada da nova tecnologia em João Pessoa somente para o final de setembro, devido a problemas de ordem logísticos na importação de equipamentos, o que fez a agência estender o prazo. No entanto, novamente, a data foi alterada para operacionalização já a partir de julho. A quinta geração de internet móvel promete uma revolução: conexão com velocidade ultrarrápida, conexão estável e maior taxa de transferência de dados, o que diminuiria a latência. G1 Explica: a revolução do 5G Além disso, a implementação da nova tecnologia forçará mais de 500 mil domicílios paraibanos a trocarem antenas parabólicas por aparelhos que sejam compatíveis com o sinal digital de TV. Em João Pessoa, a estimativa é de que a mudança deve aconteter para pouco mais de 1,5 mil usuários de antenas parabólicas tradicionais. Mais de 500 mil domicílios vão ter que trocar parabólica por equipamento digital com chegada do 5G na PB TV Globo/Reprodução Confira as dúvidas frequentes sobre o novo serviço e as respostas: Como trocar a parabólica por aparelhos compatíveis com o sinal digital? A ‘Siga Antenado’, entidade criada pelas empresas de comunicação responsáveis pelo 5G no Brasil, será a responsável pela distribuição de kits para a população de baixa renda, que recebam algum tipo de auxílio do Governo Federal e que estejam inscritos no ‘CadÚnico’. De acordo com informações no site da organização, para solicitar a instalação de novos aparelhos, o público da capital deverá entrar em contato com a central de atendimento da ‘Siga Antenado’, pelo número 0800 729 2404 ou pelo site http://www.sigaantenado.com.br/. O 5G vai funcionar em 100% do território de João Pessoa ou somente em alguns pontos? A Anatel não respondeu a este questionamento. Em quais celulares a tecnologia vai funcionar? De acordo com a Anatel, cerca de 67 aparelhos no Brasil estão aptos para poderem utilizar o sinal de 5G. Entre estes, estão celulares da Samsung, Motorola e outros fabricantes. É possível adicionar a tecnologia a aparelhos que não a suportam? Não. Só os aparelhos que tem o hardware preparado para se conectar com a antena 5G conseguirão acessar. Em quanto será aumentada a velocidade da internet do 5G em relação ao 4G? A nova tecnologia de internet móvel pode ser mais rápida em até 100 vezes em relação ao 4G, e terá a latência mais baixa, ou seja, um tempo menor de delay, ou atraso, em ligações telefônicas, por exemplo. Vai ser preciso pagar mais às operadoras? Inicialmente, não está previsto que os consumidores terão de pagar valores adicionais a mais para usufruir do novo serviço, que deverá ser oferecido no pacote regular do público. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado