Detento morre com suspeita de overdose no presídio do Monte Santo, em Campina Grande


Corpo do homem não tinha ferimentos e não há relatos de brigas na penitenciária, segundo a Polícia Civil. Presídio do Monte Santo, em Campina Grande Reprodução/TV Paraíba Um detento de 30 anos morreu na madrugada desta quinta-feira (21), no presídio do Monte Santo, em Campina Grande. Segundo a Polícia Civil, a suspeita é que ele tenha sofrido uma overdose. O g1 entrou em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria de Administração Penitenciária da Paraíba (Seap-PB) e foi informado que uma nota oficial sobre o caso seria emitida. Mas até a publicação desta notícia, não houve retorno. De acordo com o delegado Ramirez São Pedro, o homem era preso do regime semiaberto e deu entrada no presídio às 18h30 da quarta-feira (20). Para o delegado, os policiais penais relataram que o homem estava nervoso durante a revista, na entrada da penitenciária, e parecia ter ingerido alguma substância ou objeto. Ele negou ter ingerido algo e foi levado à cela ainda na noite da quarta-feira. Já por volta das 3h30, ele passou mal e o Samu foi chamado ao local. O homem ainda estava com vida durante o primeiro atendimento, mas teve uma parada cardíaca. A família do detento foi até o presídio e confirmou que ele é usuário de drogas. “Não havia lesões no corpo e nem relato de brigas, pelo que foi apurado, tudo indica que a morte foi em decorrência de overdose”, informou o delegado Ramirez. A direção do presídio foi à Central de Polícia para registrar boletim de ocorrência e os policiais penais foram ouvidos. Mesmo sem sinal de crime, foram solicitados exames cadavérico e toxicológico que devem identificar a causa da morte. Vídeos mais assistidos do g1 Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado