Entenda sistema que garantiu reciclagem de 44 toneladas de lixo no São João 2022 de Campina Grande


Projeto ofereceu renda a 40 famílias de trabalhadores, no Parque do Povo e em outros eventos. 'Recicla Campina' possibilitou recolhimento de 44 toneladas de materiais recicláveis, em Campina Grande Divulgação/Prefeitura de Campina Grande O São João 2022 de Campina Grande aconteceu de 10 de junho a 10 de julho, com shows diários no Parque do Povo. Segundo a Polícia Civil, mais de 2 milhões de pessoas passaram pelo evento, e como consequência da alta circulação de pessoas, cerca de sete toneladas de resíduos orgânicos e inorgânicos foram encontrados diariamente no Parque do Povo. Saiba tudo sobre o São João 2022 na Paraíba Para evitar a poluição do lugar e garantir benefícios ao meio ambiente, um método de coleta de resíduos recicláveis foi implantado por trabalhadores em Campina Grande. O g1 explica como o sistema garantiu a coleta de 44 mil quilos de material reciclável. Passo a passo do trabalho O trabalho de coleta de resíduos recicláveis no São João de Campina Grande foi feito por trabalhadores vinculados ao Recicla São João, do projeto Recicla Campina. Os trabalhadores foram selecionados pela própria prefeitura da cidade, no mês de maio, e atuaram dia e noite com a coleta de materiais orgânicos e inorgânicos. Além do recolhimento de materiais recicláveis, também foi realizada a Operação Matuto Limpeza, no Parque do Povo e em distritos de Campina Grande , onde também acontecem festas juninas. Ao todo, 285 colaboradores (homens e mulheres) participaram da coleta geral e mais 40 catadores ficaram envolvidos apenas com o Recicla São João. Foram recolhidas por dia mais de sete toneladas de lixo orgânico e inorgânico somente na área do Parque do Povo, o que totalizou o recolhimento de 211 toneladas, 30% a mais do que em 2019, segundo a prefeitura. Coleta de resíduos aconteceu durante 30 dias de festa, em Campina Grande, PB Divulgação/Prefeitura de Campina Grande Os resíduos gerais, que não são reciclados, foram encaminhados para um aterro sanitário, conforme a Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente da Prefeitura de Campina Grande (Sesuma). Já a parte reciclável foi levada para outro local. Um ponto de apoio para os trabalhadores foi instalado ao lado da pirâmide do Parque do Povo, com um caminhão baú e uma caçamba, usados para transportas o material até o galpão da reciclagem, localizado no bairro Três Irmãs. Trabalhadores envolvidos Ao todo, 40 famílias de trabalhadores de Campina Grande são diretamente beneficiados com a coleta de materiais recicláveis durante o São João da cidade, segundo a prefeitura. Cada trabalhador recebeu Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e foi remunerado com R$ 3 mil pelo trabalho realizado. As cooperativas de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (Catamais), Associação de Catadores da Comunidade Nossa Senhora Aparecida (Arensa) e o Centro de Arte em Vidros (Cavi) participaram do trabalho. O projeto O projeto 'Recicla Campina' foi criado em 2016. A Sesuma mobiliza várias cooperativas que trabalham com coleta de material reciclável, para dar conta do recolhimento de resíduos durante mais de 30 dias de festa no Parque do Povo, no Centro da cidade, em São José da Mata e Galante, distritos de Campina Grande, e em eventos privados. Em 2019, última edição do São João de Campina Grande antes da pandemia, foram recolhidos pouco mais de 30 toneladas de resíduos, enquanto em 2022, no retorno da festa, foram recolhidos para reciclagem 44,3 toneladas de resíduos recicláveis. O aumento, segundo a coordenação do projeto, também está relacionado ao aumento de pessoas que circularam por Campina Grande durante O Maior São João do Mundo. Resíduos recicláveis recolhidos no São João 2022 de Campina Grande, PB Bruna Couto/g1 Importância da coleta adequada Os organizadores da iniciativa afirmam que o projeto pode servir de inspiração para outros grandes eventos, que precisam se adequar à necessidade ambiental e promover o consumo consciente entre o público. “Os materiais recicláveis geralmente são recolhidos e misturados com o lixo comum neste tipo de situação, de eventos públicos. Então, acaba indo parar no aterro sanitário e deixa de ser aproveitado por quem mais precisa, que são as cooperativas", concluiu Rafaela Oliveira, coordenadora do Recicla Campina. Trabalhadores do Recicla Campina no São João 2022 de Campina Grande Divulgação Vídeos mais assistidos da Paraíba
Habilitar notificações    OK Não Obrigado